Todo astrônomo amador possui o desejo de tirar fotos com seu telescópio. Atualmente isso é relativamente simples já que existem diversos dispositivos eletrônicos que facilitam bastante essa tarefa. A fotografia convencional ( com filme ) foi substituída por aparelhos eletrônicos, como é o caso dos CCDs que são amplamente utilizados em observatórios profissionais. Essa tecnologia também está disponível para os astrônomos amadores. Entretanto o valor de um CCD é elevado o que dificulta um pouco adquirir este produto. Uma webcam é semelhante ao CDD em alguns aspectos. Este aparelho possui um chip CCD onde é projetada a imagem do objeto. Ligada em um computador, normalmente pela porta USB, a webcam mostra a imagem captada pelo telescópio em tempo real. A seguir veremos como adaptar uma WebCam em um telescópio.

A webcam usada aqui é a Logitech QuickCam Pro 4000 ( imagem 1 ). O ideal é projetar a imagem diretamente no chip CCD e para fazer isso é preciso retirar a objetiva da webcam. Essa é uma tarefa bem simples e basta retirar o parafuso na lateral abrir o equipamento ( imagem 2 ). A objetiva é presa por meio de uma rosca e ao retirar a objetiva é possível ver o chip CCD na placa de circuito ( imagem 3 ).

Após retirar a objetiva basta montar a webcam juntando as duas partes de seu corpo fixando novamente com o parafuso ( imagem 4 ). Em seguida é preciso adaptar um pequeno tubo ( de metal ou plástico ) na abertura onde ficava a objetiva da webcam. Este tubo deve ter o mesmo diâmetro do bocal de encaixe do focalizador do telescópio. A imagem 5 mostra um tubo feito de PVC marrom adaptado na webcam. O tubo encaixa perfeitamente no focalizador do telescópio ( imagem 6 ) e assim a imagem captada pelo espelho primário é projetada diretamente no CCD da webcam.

Abaixo exemplos de fotos da Lua obtidas com um Maksutov-Newtoniano de 135 mm. As imagens foram obtidas com a WebCam Logitec QuickCam Pro 4000 no foco direto, sem ocular e barlow. As imagens não passaram por nenhum tipo de tratamento.


Fotografia com câmera digital

As câmeras fotográficas digitais também são boas opções para registrar imagens com o telescópio, mas é preciso que a maquina tenha alguns recursos para obter boas fotos. Os modelos profissionais e semi profissionais são as melhores, pois apresentam diversos recursos. Nesses modelos também é possível retirar a objetiva e registrar fotos no foco direto, ou seja, projetando a imagem diretamente no chip CCD.
Nos modelos mais simples, onde não é possível retirar a objetiva, é preciso fotografar usando a ocular no telescópio e para isso é necessário fazer um adaptador para acoplar (e deixar alinhada) a objetiva da câmera com a ocular. O recurso de filmagem também é muito útil, pois é por meio desse recurso que obtemos as melhores imagens escolhendo os melhores quadros. Em muitos programas de edição de filmes existe a opção de produzir uma imagem a partir de um filme. O software cria uma foto a partir dos melhores quadros e o resultado são imagens excelentes e muito detalhadas, pois os melhores quadros são justamente aqueles obtidos nos momentos (fração de segundo) de menor turbulência da atmosfera.

Para obter boas fotos a câmera digital deve possuir os seguintes recursos:
- Resolução acima de 5MP
- Modo filmagem com resolução de 640x480 pixels e captura de 30 quadros por segundo
- Foco manual total em todos os modos
- Ajuste de brilho e contraste no modo filmagem
- Ajuste de velociadade do obturador de 1/2000 até 15 segundos ou mais
- Controle de EV de -2 a +2
- Zoom óptico e digital
- Zoom digital no modo filmagem

Filmando com a câmera digital

As câmeras digitais também apresentam o recurso de filmagem e este recurso pode ser usado para registrar os corpos celestes mais brilhantes. Os filmes a seguir (de Júpiter e Saturno) foram obtidos com um telescópio newtoniano de 180 mm com montagem dobsoniana (sem acompanhamento motorizado). Nas filmagens foi usada uma câmera digital Canon A540. Os filmes foram gentilmente cedidos pelo astrônomo amador Eduardo Almeida.

Exemplos de fotos obtidas com câmera digital

As imagens a seguir foram obtidas com um telescópio newtoniano de 180 mm, razão focal 7.4 ( F=1332 mm ) e montagem azimutal dobsoniana (sem acompanhamento motorizado). Nas fotos foram usadas oculares Ortoscópicas e a câmera digital Canon A540.
As fotos foram gentilmente cedidas pelos astrônomos amadores Eduardo Almeida e Antonio Garbeline Junior.


     
     

         


 Principal
 - Links
 - Opinião dos compradores
 - Página inicial
 - Sobre o site "Telescópios"



Telescópios
- Características Físicas
- Catadióptricos
- Refletores
- Refratores
- Schmidt Cassegrain
- Schmidt Newtoniano
- Telescópios
Óptica
- Colimação
- Kits
- Manutenção
- Metalização
- TeleCalc
- Testes Ópticos

Componentes
- Acessórios
- Dobsoniana
- Montagens
- Suportes



Astronomia
- Catálogo Messier
- Fotografia
- Mapas do Céu
- Planetários
- Programas
- Turbulência

Contato
- telescopios@outlook.com






  Telescópios - Site do construtor de telescópios Sebastião Santiago Filho